O DESABAFO MAIS SINCERO

by - maio 16, 2017

Pensei muito antes de publicar este post até porque já estive para o escrever umas dez vezes mas acabo sempre por desistir. Mas hoje, decidi deitar tudo cá para fora. 
Não é segredo para ninguém, principalmente para os mais próximos, que tenho complexos com o meu corpo. Nunca fui gorda nem em bebé nem em criança. Sempre fui mais cheinha que as outras mas nada de mais até aos meus 15 anos. Tenho vindo a engordar ao longo dos anos e desde então tem sido uma luta diária. Quem se dá comigo, principalmente família, já me ouviu milhões de vezes dizer "começo a dieta na segunda", "desta vez vai ser mesmo" ou "começo no próximo mês". Que atire a primeira pedra quem não é assim. 
Ao início, não ligava se estava gorda ou magra, simplesmente não queria saber. Agora? Agora é diferente. Agora tenho complexos. E porquê? Porque hoje em dia as pessoas são más e não é pouco. Gostam de criticar e apontar os dedos aos outros para se sentirem melhor e isso é tão errado. As palavras magoam e não é pouco. 
Desde os 15 que tenho sido sempre a amiga gorda dos grupos de amigas que já tive ou tenho e claro que isso me deixa triste, estaria a mentir se dissesse o contrário. Mas esse nem é o problema. O problema é ir às lojas e não encontrar roupa gira que tenha o meu tamanho ou que me fique bem.O problema é ter que usar camisolas largas para esconder a barriga. O problema é ter que usar calças em pleno verão porque tenho vergonha das minhas pernas ou porque se usar calções ou vestidos ficar com as pernas assadas - mas quando digo assadas é em ferida mesmo. O problema é quando as calças não passam das coxas ou, eventualmente, se romperem no meio das pernas passado 2 meses de as ter comprado. Isto tudo é frustrante ao ponto de me sentar nos bancos dos provadores a chorar porque nada me fica bem, ou melhor, nada do que eu gosto me fica bem. E isto deixa-me super desmotivada em relação a tudo até mesmo com algo que não tenha nada a ver com o assunto. 
Querem saber outro problema? É as pessoas dizerem "ah come melhor e faz exercício que emagreces logo" e eu fico parva porque se fosse assim tão simples eu já era a Sara Sampaio 2.0. Não é fácil! É que a alimentação ainda é o mal menor até porque durante a semana como quase sempre o mesmo: bifes de peru com legumes ou peixe ao almoço e sopa ao jantar. Para além disso, bebo 1,5l de água por dia. O exercício? Isso já é outra coisa. Tento fazer caminhadas à noite, ando sempre mas sempre a pé mas não podem pedir que eu faça logo exercício como vocês querem se eu quando subo 2 lances de escadas fico a morrer e isto apenas com 20 anos. Entendam que se fosse fácil eu fazia. Outra coisa que é difícil? É quando eu penso que é desta que vou fazer dieta os outros dizem "já ouvi isso tantas vezes e nunca acontece". E porquê? Porque sem apoio não consigo, é um facto, porque se os outros perdem a "esperança" que isso aconteça como é que eu não haveria de perder? Não digam isso, apoiem ou então estejam calados.
Já perdi a conta das vezes que chorei por me desiludir e penso o quão frustrante é o meu corpo e cabeça não obedecerem aos meus desejos. O que me vale, às vezes, é ser uma pessoa bastante alegre e isso esconder esta minha frustração toda. O que me vale é ainda ter pessoas que acreditam em mim - sim porque se estão a ler este post é graças às minhas babes bloggers que me incentivaram a tal - e consigo contar pelos dedos das mãos aqueles que me apoiam a 100% sem criticar nem uma única vez.
Eu quero mudar, quero muito mudar. Mas quero mudar por mim, para mim. Não quero mudar para ficar bonita ou magra porque é esse o estereótipo de corpo ideal. Eu quero mudar pela minha saúde, para poder subir 5 andares e não ficar a morrer, porque quero conseguir vestir roupas que eu gosto, para me sentir bem comigo mesma, para ser saudável. Se sofres do mesmo que eu e quiseres mudar, por favor não mudes pelos outros, muda por ti. Até porque, mesmo se mudasses para agradar os outros iriam acabar por arranjar outra coisa qualquer para te criticar.
Uma coisa que fui aprendendo ao longo do tempo, foi a levar a situação um bocadinho mais na desportiva, a brincar. Mas só eu é que posso brincar, não deixo que ninguém brinque comigo nesse aspeto. 
Agora que se está a aproximar o verão, estou a ganhar coragem para ir para a praia ou para a piscina confiante, sem medos, sem receios. Já fui este ano à piscina mas foi diferente, só lá estavam meia dúzia de pessoas. No verão vai ser diferente, vai haver mais gente mas eu confio em mim e sei que vou conseguir.
A minha meta é perder 20kg mas sei que não vai ser fácil por isso não posso desistir!

Como disse anteriormente, não mudem pelos outros mas sim por vocês! E se algum dia precisarem de desabafar podem contar comigo! 


You May Also Like

13 comentários

  1. Pode ser muito difícil, mas não podes desistir! A determinação e a vontade são parte da chave para o sucesso. Continua, vais conseguir! Se há quem te critique é porque têm a sorte de não terem passado pelo mesmo que tu, mas um dia hão de entender que o que fizeram é errado e vão arrepender-se, quando se virem numa situação igualmente difícil.

    www.atemarteevoltar.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Sabes o que acho e o que passo também e sabes que me tens aqui para tudo ��

    ResponderEliminar
  3. Olá Filipa adorei cada palavra do teu corajoso testemunho! Espero que nunca percas esse positivismo que a mim me inspirou porque tbm luto com a perda de algum peso depois da gravidez! Vais conseguir sem dúvida é sendo como es vais levar muita gente contigo! Beijinhos e pra frente.. Um dia de cada vez e quando olhares para trás vais ter imenso orgulho em ti e nas tuas conquistas!
    Beijinhos
    Beleza De Mulher e Mãe
    Facebook
    Instagram

    ResponderEliminar
  4. És linda, gorda ou magra.Eu sempre fui magra e olha que toda a vida ouvi comentários por estar muito magra! A minha luta sempre foi engordar, mas as pessoas não entendem... Agora, nem ligo. Sou saudável e foco-me em mim e não no que os outros acham. E acredita, conseguimos milagres quando a vida passa a ser vivida assim...
    Beijinhos e força!

    http://pipasdreams.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Adorei bastante a tua partilha nem sempre é fácil mas tenta não ligar ao que os outros dizem pois se gostam de nós tem de aceitar como somos
    mas força nisso que vais ver que aos poucos chegas onde queres .
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  6. Filipa,
    Não conhecia o teu blogue, mas já estou a seguir. ;)
    Deixa-me dizer que foste muito corajosa em ter exposto esse assunto tão delicado para muitas de nós mulheres, que não têm coragem de falar e de ultrapassar situações idênticas. Admiro a tua força, e a maneira como escreves. Certamente que a tua força interior será maior que tudo o resto, e não tarda, não vais ter medo de sair, e de te veres ao espelho. :]
    Tal como tu disseste e bem, nós não devemos nunca mudar pelas outras pessoas, mas apenas e só por nós. Se for para melhor, que venha essa mudança. Lembra te que nada é fácil, mas se quisermos muito, conseguimos!! <3

    Força, as roupas que gostas, esperam-te :P


    Beijinho :*
    https://mariamatrioska.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Não desistas meu amor. É por seres uma princesa tão linda que eu tenho muito orgulho em ter-te como amiga, oh alma gémea <3

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM

    ResponderEliminar
  8. Primeiro: tu és super gata! Falando mesmo a sério!
    Depois : entendo bem td o que disseste. Sempre fui a amiga cheiinha do grupo. A que vestia o 40 e as outras o 34. Acho q a situação pior foi no básico, quando estava sentada e uma amiga me tocou na barriga a achar que eram calças e exclamou "oh isso é mesmo uma banha". Já engordei e emagreci várias vezes. O pior que já pesei foram 72kg,que para alguém com 1.58 e problemas nos ossos é imenso. E só quando aprendi que queria mudar por mim é que consegui emagrecer. Hj em dia continuo a ter Ancas largas e um bocadinho de barriga! Mas o importante é olhar ao espelho e gostar de mim!

    Adorei o post, parabéns ❤️

    Beijinhos,
    Www.raquel-abel.com

    ResponderEliminar
  9. Tal como disseste, não vai ser fácil mas para alguém alegre e forte como tu vai ser alcançável de certeza!
    Concordo quando dizes para, se não for para apoiar ou motivar, mais vale ficar calado. Noutro tipo de situações sei bem o que isso é! Mas querida, não importa o que dizem, fá-lo por ti e pela tua saúde! Sempre que precisares de alguma coisa, diz querida!

    With love, Joana,
    | Novidades e surpresas - www.bonjourjanie.com |

    ResponderEliminar
  10. Não te preocupes, eu sofro do mesmo mal.
    Mas o meu problema é que eu adoro comer portanto, torna-se em um grave problema.
    Mas começa por uma alimentação mais saudável, é o que vou começar a fazer, e com o tempo vais emagrecendo e quem sabe não faças exercicio :)

    Beijinhos, Pirilampos
    www.pirilamposemarte.com

    ResponderEliminar
  11. Só quero te ver feliz e sempre com esse sorrisão lindo nos lábios <3

    beijinhos, Akira do Viver num t0

    ResponderEliminar
  12. Ohhhhh fikei triste ao ler tudo, pois existem pessoas más e so kerem o mal das pessoas... entendo.te mto bem, olha eu sempre fui magra, elegante e ha 2 anos para cá engordei 20kg por kestoes de saude e de medikamentos... sinto.me mal assim pois nunka fui assim e é mto dificil passar dum 36 para 44 de calças... portanto eu compreendo.te perfeitamente... tambem kero e preciso emagrecer no minimo 15kg e nao konsigo... pelo menos enkuanto tomar esta medikaçao... mas tu es lindaaaa e forte kerida nao ligues a bokas nem nada do genero... o ke interessa mesmo é o teu interior... e força kerida tu vais konseguir, luta por ti... tens mta gente do teu lado e é isso ke interessa...
    AMEIIIIIIIIIIII este teu post kerida... força...

    ResponderEliminar
  13. olha fiquei a conhecer agora o teu cantinho e ainda bem que aqui vim.
    identifiquei me com tudo o que falaste, so muda um pouco as situaçoes/idade. mas eu explico!
    tal como tu tambem sempre fui mais cheinha, tambem era a amiga gorda (mesmo havendo pessoas ate mais rechochundas que eu, mas no entanto era a mim que chamavam a "sara gorda" na escola), e recebi muito bullying (embora as coisas hoje em dia estao mais diferentes e para pior!) mas mesmo que me magoasse eu no fundo ate me estava a borrifar pra isso. criei o meu "muro" com sarcasmo, estava sempre nas palhaçadas, se for preciso gozava comigo mesma logo antes de alguem o fazer, porque lá esta, eu é que mando em mim, eu é que posso falar de mim e nao os outros, e em certa parte isso ajudou me.

    agora olho para tras (tou quase nos 30) e tenho inveja e saudades do que eu era. é estranho saber que na idade mais complicada (e ainda por cima na escola!) eu conseguia ter melhor auto estima que agora. de ha uns tempos para cá que qualquer comentario que possa ser sobre o meu fisico me afecta tanto, muito mais agora, e é tao mais facil hoje em dia com as redes sociais fazer a auto comparaçao a outras pessoas, que isso so piora as coisas.
    o segredo mesmo é pensares demasiado no assunto, nao te abateres com isso, nao obcecares. e falo por experiencia propria!

    ha 4 anos atras eu estava super magra (se vir as fotos nem acredito), pela primeira vez na minha vida vestia um XS, e quase nem dava por ela!! foi de trabalho, trabalhava tanto, que nem ia dando por ela, so na altura de ver que as roupas estavam largas. quando finalmente vi que tinha perdido bastante, juntei me a um ginasio por brincadeira com uma amiga e tambem para tentar tonificar a flacidez da perca de peso, e acabei por adorar e saia de la mesmo feliz e a sentir me bem fisicamente!

    entretanto mudanças a nivel pessoal e de cidade fizeram com que tivesse que sair de la. depois tive um ano sem trabalhar. foi um acumular de coisas, mas obvio que engordei logo. e isso so me fez obcecar com a necessidade de emagrecer! escusado sera dizer que so faz pior. ja perdi a conta das vezes que tentei e falhei.

    recentemente fui mãe, e engordei mais depois de a ter do que na propria gravidez (obrigado metabolismo parvo lol) e para alem de estar o mais gorda que alguma vez tive sinto me muito em baixo nesse aspecto. quero a força toda forçar o perder peso e nao consigo. e é como tu, o fazer exercicio. para alem de nao ter muito tempo, custa me..

    desculpa este testamento todo mas apenas para partilhar ctg, e saberes que nao estas sozinha! seja em que faixa etaria for!

    o que temos mesmo que fazer é estar mais positivas, e aos poucos e poucos começar e continuar, nao desistir :)

    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar